Welcome to the first unofficial Portuguese/English fan-site for the portuguese-american actress Daniela Ruah. She is currently starring in the worldwide famous CBS tv show NCIS: Los Angeles. We have no affiliation nor do we represent Daniela in any way. This is just a work of a fan. ENJOY!
daniela_ruah_02~1.jpg
daniela_ruah_01~1.jpg
CCPT17-Daniela-Ruah-Painel_4.jpg
CCPT17-Daniela-Ruah-Painel_3.jpg
CCPT17-Daniela-Ruah-Painel_1.jpg
CCPT17-Daniela-Ruah-Painel_2.jpg
comic_con_lisboa_daniela_ruah.jpg
daniela_ruah_4~0.jpg
DanielaRuahFans Celebrating 11 Years Online



Leiam a entrevista completa AQUI.

Conversamos com a atriz de NCIS: Los Angeles sobre o futuro de Kensi, maternidade, trabalho e o que pode acontecer na próxima temporada. 

A formação de casais nas séries é bem comum, e manter os personagens em compasso de espera, uma das técnicas mais antigas para gerar interesse do público. Foi assim em JAG – Ases Invencíveis (1995), mas não em uma de suas derivadas, NCIS – Los Angeles, onde Kensi, interpretada por Daniela Ruah, e Deeks, papel de Eric Christian Olsen, foram em frente e se casaram na décima temporada. Desde então, o assunto filhos passou a surgir nos diálogos dos personagens.

Mas, seria viável uma personagem de ação ser também mãe? Falamos sobre isso com Daniela Ruah por telefone, direto de Los Angeles, onde a atriz cumpre a quarentena contra o coronavírus.

“É algo que tem sido muito discutido ao longo da temporada”, comenta a atriz sobre a possibilidade do casal Densi – ganhar um acrônimo é outra prova do interesse do público – ter um bebê. “Deeks está pronto para se acomodar e ter filhos e Kensi está ciente de que ela teria de, pelo menos por algum tempo, deixar o trabalho de campo e talvez dedicar-se ao trabalho interno, afastar-se do perigo e tomar conta do bebê pelos primeiros anos. É uma conversa interessante, porque nós temos mães na vida real que trabalham nas forças policiais. Nós temos mães que trabalham no corpo de bombeiros e fazem trabalhos perigosos, correm riscos, e você não quer mandar a mensagem, por exemplo, de “ah, se você se torna mãe, você não pode fazer esse trabalho”, ou de que “você não deveria fazer esse tipo de trabalho”. Há muitos pais e mães ocupando funções de risco potencial”, continua Daniela. “É uma linha muito fina. Acho que é algo que os nossos produtores e roteiristas, e até mesmo nós, temos de analisar e pensar qual seria a resposta correta.”


Comment Form